Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação
.17
Conferências Livres

Qualidade da Educação: Democratização do Acesso, Permanência,Avaliação, Condições de Participação e Aprendizagem.

Opções da Conferência Livre

Participantes

Qualidade da Educação: Democratização do Acesso, Permanência,Avaliação, Condições de Participação e Aprendizagem.

  A Escola Municipal de Educação Básica Santo Simão reuniu-se no dia 24 de abril, para debater o CONAE. Nesta reunião estavam presente professores, funcionarios, direção, alguns membros da comunidade como pais e alunos.

  No primeiro momento foi explicado o que é o CONAE ( Conselho Nacional de Educação), que tem como objetivo a participação de todos os segmentos da sociedade para discutir a qualidade da educação nacional e sugerir sugestões para melhorias na qualidade de ensino.

  No segundo momento foi escolhido o eixo IV Qualidade da Educação: Democratização do Acesso, Permanência,Avaliação, Condições de Participação e Aprendizagem o qual nortiou a nossa discussão.

  Chegamos ao consenso de que a educação deve ser compreendida como espaço multiplo em que diferentes atores, ambientes e dinâmicas formativas se inter-relacionam e se efetivam por processos sistemáticos e assistemáticos.

  Quanto à qualidade, é um conceito complexo, que pressupõe parâmetros comparativos para o que se julga uma boa ou má qualidade nos fenômenos sociais.

  Numa educação emancipadora, o sentido de "qualidade" é decorrente do desenvolovimento das relações sociais ( politicas, econômicas e culturais) e sua gestão deve contribuir para o fortalecimento da educação pública e privada, construindo uma relação efetivamente democrática.

  A educação de qualidade é aquela que contribui com formação dos estudantes nos aspectos culturais, antrppológicos, econômicos e políticos, para desempenho do papel de cidadão no mundo.

  Outro aspecto fundamental para a promoção e garantia da educação de qualidade é a avaliação, não apenas da aprendizagem, mas também dos fatores que a viabilizam, tais como: políticas, programas, ações, de modo que a avaliação da educação esteja embasada por uma consepção de avaliação formativa que considere os diferentes espaços e atores, envolvendo o desenvolvimento institucional e profissional, articulado com indicadores e qualidades.

  No final da discussão todos concordamos com as propostas e estratégias apresentadas pelo eixo IV e como sugestões foram dadas:

  - Valorização dos profissionais naárea da educação;

  - Que o piso salarial seja aplicado dentro da carreira;

  -Que seja garantida a alfabetização de todas as crianças nos três anos inicias do ensino fundamental;

  -Que seja oferecido cursos de capacitação para os profissionais que trabalham com crianças especiais;

  -Cursos praticos para elaboração de materiais pedágogicos para o trabalho com crianças especias;

  -Assegurar o ingresso no ensino fundamental a partir dos seis anos completos ou a completar no início do ano letivo;

  -Promover a oferta da educação básica pública em período integral;

  -Que a frequência seja obrigatória desde a educação infantil

 

 

 

Nenhum recado criado
Nenhum tópico criado